Via Streaming – Dica da Semana: “O Tempo Entre Costuras”

  • por


Data: 29/07/2020 15:40
/ Autor: Kreitlon Pereira
/ Fonte: Via Streaming

Seriado espanhol retrata as investidas do serviço secreto inglês no regime franquista pela alta costura








A Guerra Civil Espanhola foi resultado da forte antítese entre socialismo e fascismo que operou como um ambiente controlado onde os nazistas alemães, apoiadores da Falange Espanhola, testaram todos os tipos de novos armamentos. Após três anos de violentos confrontos, que culminaram na morte de um milhão de pessoas e incontáveis desaparecidos, o General Franco assume o governo espanhol e implementa uma brutal ditadura fascista cuja variação é denominada “nacional-catolicismo”. Assim, era crucial para os Aliados que, apesar das inclinações ideológicas, a Espanha permanecesse à margem da Segunda Guerra Mundial. E é nesse contexto que se passa “O Tempo Entre Costuras”, seriado disponível na Netflix baseado no romance homônimo de Maria Dueñas.

A história da série gira em trono de Sira Quiroga (Adriana Ugarte), uma jovem de Madri que tinha um dom e gosto pela alta costura, ofício que aprendera ainda pequena com a mãe, costureira no ateliê de Doña Manuela (Elvira Minguez). Noiva de um homem sem graça, cujo sonho era passar em um concurso público, Sira sentia que sua vida já estava traçada e ela estava feliz com isso, até conhecer Ramiro, um rapaz charmoso e boêmio que imediatamente conquista seu coração. Cega por seus sentimentos, Sira abandona tudo para entrar com ele num novo negócio em Tanger, no Marrocos, alguns meses antes de eclodir a guerra civil espanhola.

Ao chegar à cidade, a jovem experimenta todo conforto e luxo que a alta sociedade marroquina tinha para oferecer. No entanto, os planos não vão como esperado e Sira fica sozinha em um país desconhecido, cheia de dívidas alheias, grávida e de coração partido. Sem dinheiro ou contatos, ela se muda para Tetouan, onde deve ficar sob custódia da embaixada espanhola até seu caso ser esclarecido. Assim, para sobreviver, Sira decide seguir aquilo que sabe ser boa: costurar. Com a ajuda de uma exótica senhora, dona da pensão em que mora, ela consegue abrir seu próprio ateliê que, numa reviravolta surpreendente, passa a desempenha rum importante papel para o serviço de inteligência britânico contra os regimes fascistas na Segunda Guerra Mundial.










Crédito: Divulgação