Blog

Trio da Messe Frankfurt abre novas perspetivas

Heimtextil2020 – Lasa [©Messe Frankfurt/Jean-Luc Valentin]

O adiamento forçado da edição de 2021 da Heimtextil devido à evolução da pandemia pode oferecer novas oportunidades para a indústria de têxteis-lar, com a junção com a Techtextil, dedicada aos têxteis técnicos e não-tecidos, e da Texprocess, vocacionada para as tecnologias de processamento de materiais flexíveis, a abrir novas perspetivas para todos estes sectores.

«Ter as três feiras em paralelo oferece um efeito sinérgico valioso para muitos participantes, assim como uma oportunidade única para descobrir grande parte da cadeia de valor têxtil ao mesmo tempo e no mesmo espaço – das fibras aos fios através dos têxteis funcionais e da produção e processos de acabamentos até aos produtos acabados para uma variedade de aplicações», garante Olaf Schmidt, vice-presidente de têxteis e tecnologias têxteis da Messe Frankfurt.

Segundo explica, com a proximidade aos produtores de têxteis técnicos e não-tecidos inovadores na Techtextil, «os expositores e visitantes da Heimtextil vão ter a oportunidade de conhecer potenciais parceiros de uma nova área de negócio. Do ponto de vista de muitos participantes na Heimtextil, as máquinas e novas tecnologias de processamento de têxteis e materiais flexíveis que podem ser vistos na Texprocess são um campo de interesse considerável». Por outro lado, destaca Olaf Schmidt, «a presença de retalhistas, especialistas em mobiliário, arquitetos de interiores, arquitetos, designers, especialistas em investigação e desenvolvimento de materiais e especialistas em maquinaria e tecnologia significa que os participantes nos três eventos vão receber impulsos de sectores que raramente são encontrados no mesmo espaço».

Olaf Schmidt [© Messe Frankfurt/Pietro Sutera]

Como tal, sublinha o vice-presidente de têxteis e tecnologias têxteis da Messe Frankfurt, «o trio de feiras será um “motor têxtil” que vai oferecer inspiração, conhecimento e oportunidades de negócio em constelações completamente novas».

Retoma física

Atualmente, indica Olaf Schmidt, os produtores de têxteis-lar e especialistas em tecidos de decoração alemães têm «o caderno de encomendas cheio», uma vez que como as pessoas «não puderam viajar tanto em 2020, investiram mais nas suas casas». Já os produtores de não-tecidos registaram um aumento de 5% das vendas, devido à produção de máscaras e outros equipamentos de proteção individual, e as exportações de maquinaria têxtil da Alemanha estão a recuperar, depois de uma queda de 16% nos envios para a UE entre janeiro e setembro deste ano.

Techtextil 2019 – Cork.a.Tex-Yarn [©Messe Frankfurt GmbH/Jean-Luc Valentin]

«Temos ouvido que muitas empresas esperam uma feira e encontros pessoais com clientes e parceiros no futuro próximo, para dar aos seus negócios um impulso extra», aponta Olaf Schmidt, adiantando ter boas perspetivas para a Heimtextil, para a qual 1.600 empresas já manifestaram interesse em participar. Já a Techtextil tem 85% do espaço reservado e a Texprocess 65%, em comparação com as edições anteriores,

Os prazos de inscrição terminam em fevereiro para a Heimtextil e no final de janeiro para a Techtextil e a Texprocess. «Espero que a situação melhore nos meses de inverno e, em particular, que as restrições às viagens possam ser aliviadas», afirma Olaf Schmidt.

Os preparativos seguem entretanto, com a organização a dar conta, por exemplo, de que a Techtextil e a Texprocess terão mais serviços digitais. «Vamos transmitir as conferências e debates, assim como instalar um novo serviço online de matchmaking», revela o vice-presidente de têxteis e tecnologias têxteis da Messe Frankfurt.

Texprocess 2019 – Gerber