Tribuna do Norte – Tristeza

Itamar Ciríaco

[email protected]

É com tristeza que acompanho os nossos clubes perderem atletas para equipes de estados vizinhos, cuja tradição no futebol não se comparavam ao Rio Grande do Norte, mas que, de uns anos para cá, graças a nossa própria incompetência, deixaram os potiguares na poeira. A ida do camisa 10 do ABC, João Paulo, para o Náutico, há alguns meses, era justificável. Pernambuco sempre esteve à frente na região Nordeste. Mas, dessa vez,  a possível troca do RN pelo Botafogo da Paraíba mostra o verdadeiro lugar que estamos. Antes vimos Joécio ir para o Sampaio Correia e outros também saírem. Os dirigentes dizem: “É impossível cobrir a proposta”. E tem mais, os atletas só vêm para a Série D se não tiverem outra opção qualquer. A Quarta Divisão é o fundo do poço.

Remontar

A dúvida é: Quantas vezes o técnico Francisco Diá terá que remontar o ABC? Será que vai conseguir manter o time com o atual nível de competitividade? Assista os próximos capítulos dessa novela de terror para o Alvinegro.

Barato

Aliás. R$ 100 mil de multa por João Paulo é muito barato. Como o ABC acertou sua volta ao clube após ele ter sido reprovado no exame médico do Náutico, deveria ter imposto uma multa um pouco maior. O clube devolveu casa, comida e roupa lavada para o Camisa 10. Deveria cobrar mais.

Ameaça

O Potiguar de Mossoró ameaçou deixar a Série D do Campeonato Brasileiro devido a interdição do estádio Leonardo Nogueira – “Nogueirão”. O clube mossoroense pode até ter as suas razões, mas deveria ameaçar com outras coisas. Essa de abandonar campeonato, ou desistir, ou não participar já está ficando chata. O leitor pode fazer como eu fiz. Vai no Google e coloca a seguinte frase: “Potiguar ameaça abandonar o campeonato”. Numa busca rápida encontrei ameaças em relação aos campeonatos estaduais de 2012, 2017 e até mesmo na Série D de 2017, dentre outros. O Baraúnas, que nem estava na pesquisa também aparece utilizando-se do mesmo expediente.

Duelo

O “duelo” de hoje entre Globo e América é essencial para que o Alvirrubro consolide seu processo de reação, ou para que a Águia comprove que não está bem na Série D apenas por acidente. O jogo, no Barrettão tem tudo para ter muita emoção. A equipe da Jovem Pan News Natal: Ivan Nunes, Itamar Ciríaco e Ícaro Carvalho estará ao vivo, direto de Ceará-Mirim contando a história do jogo.

Paraíba

Após a boa atuação em casa diante do Afogados, Anderson Paraíba elogiou o desempenho da equipe que alcançou a quarta colocação do Grupo 3, com cinco pontos. O meio-campista acredita também que o América está no caminho certo para embalar de vez na competição e subir mais posições na tabela. “Essa vitória além de nos trazer mais tranquilidade e confiança, mostrou também que estamos evoluindo. 

Sabemos que precisamos consertar algumas coisas, mas a gente vem trabalhando forte, nos dedicando e fazendo partidas intensas e consistentes. Temos condições de melhorar ainda mais a cada jogo e buscar as primeiras colocações no campeonato”, comentou o meio-campista.

Hipismo

Uma das maiores estrelas do esporte nacional, José Roberto Guimarães não se limita ao vôlei. O treinador tricampeão olímpico causou surpresa ao ser vice do Campeonato Brasileiro de Masters de hipismo, para cavaleiros e amazonas acima de 40 anos, em evento disputado no fim de setembro, na Sociedade Hípica Paulista. Ele competiu no Master B, com obstáculos a 1 metro do solo. Apaixonado por cavalos desde garoto, Zé Roberto aproveitou o período sem jogos de vôlei em função da pandemia de covid-19 para intensificar os treinamentos de hipismo.

Camisa 10 

A camisa da seleção brasileira usada por Pelé há 50 anos, na Copa do Mundo de 1970, tirou uns dias para “descansar”. Isso mesmo, você não leu errado. O item, que estava exposto no Museu do Futebol, aproveitou que o local está com suas portas fechadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus para passar por um processo de repouso. A camisa precisa descansar porque as fibras que constituem seu material cedem ao longo dos anos. Como ela fica a maior parte do tempo na vertical, o peso da gravidade sobre a costura da parte do ombro e da gola são bastante afetados. Por isso, periodicamente, ela é levada para uma reserva técnica especializada, onde repousa na horizontal, com o objetivo de equilibrar o peso da gravidade.

Motor digital 

A FIA Rally Star é uma iniciativa lançada recentemente, que reúne federações do esporte a motor de todo o mundo, identificando pilotos talentosos com idades entre 17 e 26 anos por meio de um processo de seleção multifásico baseado no esporte a motor digital e na direção de slalom em veículos de produção. A primeira fase do FIA Rally Star, apoiado pela Pirelli, começa no início de 2021, quando a FIA inicia a competição aberta com seleções baseadas no jogo WRC 9 e direção de slalom para lugares nas finais continentais.

Bode expiatório 

O clube faz um time ruim. Contrata jogadores de qualidade duvidosa mas, do nada umas vitórias iludem todo mundo. De repente até nome criam para o momento: “Ramonismo”. Depois, o clube começa a perder e quem vira o bode expiatório? O Ramonismo. Pobre Vasco. Coitado do técnico Ramon. Ele é fraco, mas não tem culpa. Entrou pelo Kano.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.