Tabuleiro eleitoral se formando no Serto pernambucano

  • por

Petrolina, conhecida como Capital do Serto, uma das Cidades que abrem o novo projeto do Diario de Pernambuco sobre as eleies municipais 2020 (Divulgao/ Prefeitura de Petrolina)

Para situar o eleitorado sobre o cenário nos municípios do estado nas eleições deste ano, o Diario de Pernambuco iniciou uma série de reportagens para mostrar o quadro político em cada região. As reportagens serão publicadas semanalmente nas edições impressas do final de semana e respostadas em nosso portal. As cidades de Araripina, Salgueiro, Serra Talhada, Petrolina, Arcoverde e Floresta, todos situados no Sertão pernambucano, abrem o projeto. Vamos detalhar quem foi eleito para governar as cidades nas três últimas eleições e quem pretende entrar na briga pelo comando das prefeituras na campanha de 2020.

Na reta final para as convenções partidárias, os cenários estão sendo definidos com apoios e composição das chapas majoritárias. Em Araripina, a disputa deve ser polarizada entre o atual prefeito Raimundo Pimentel (PSL), que vai tentar a reeleição, e o pré-candidato da oposição Tião do Gesso (SD). Raimundo Pimentel tem o apoio do presidente estadual do partido, Luciano Bivar, e do grupo político liderado pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB). Já a pré-candidatura de Tião do Gesso é respaldada pelo deputado federal Augusto Coutinho, líder do SD no estado.

Em Salgueiro, o atual prefeito Clebel Cordeiro (MDB) também irá disputar a reeleição. Nos bastidores da cidade comenta-se que a chapa poderá manter o vice Chico Sampaio (MDB) ou optar pela vereadora Paizinha Patriota (PV), sobrinha do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB). Um fato novo, segundo informações locais, é a possibilidade do ex-prefeito Marcones Libório de Sá (PSB), que já governou o município por duas vezes, entrar na disputa. Outros nomes que circulam como prováveis candidatos são do ex-prefeito Paulo Afonso Sampaio (Patriota) e do ex-vereador Nemédio Nogueira (PTN).

Na disputa pelo comando da Prefeitura de Serra Telhada, o prefeito Luciano Duque (PT) apresentou como pré-candidata a ex-secretária de Saúde Márcia Conrado (PT) e para vice o atual vice-prefeito Márcio Oliveira (PSD). Já o grupo de oposição, liderado pelo deputado federal Sebastião Oliveira (PR), trabalha com a possibilidade de lançar o ex-prefeito Carlos Evandro (Avante), mas a confirmação do nome dele depende de pendências judiciais. Ainda não existe definição sobre o vice.

No caso de Carlos Evandro não concorrer, de acordo com informações na cidade, o nome mais provável para substituí-lo é do empresário Victor Oliveira (PL), neto do ex-deputado Inocêncio Oliveira, que disputou a eleição passada contra Luciano Duque, e afirma que será candidato mesmo que nome dele não seja o escolhido para substituir Evandro. Outros nomes que circulam como pré-candidatos são da advogada Eliane Oliveira (PSL), do empresário Elyzandro Nogueira (Cidadania), do radialista e empresário Marquinhos Dantas (PRTB) e do empresário Marcos Godoy (PDT).

Em Petrolina, o prefeito Miguel Coelho (MDB) tenta a reeleição. No pleito de 2016, ele venceu com 60.509 votos, dos 210.359 totais do eleitorado da cidade, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). Outros principais nomes postos para a disputa, até o momento, são os do ex-deputado estadual Odacy Amorim (PT) e Julio Lóssio (PSD), que comandou a cidade por dois mandatos antes de ser sucedido por Miguel Coelho.

Lucas Ramos (PSB) também era colocado como pré-candidato, mas desistiu da eleição para assumir a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), no último  dia 2 de agosto. Outro pré-candidato para a eleição é o médico Marcos Heridijânio (PSol). Deomiro Santos (PV) também se coloca como pré-candidato.

Em Arcoverde, são 47.201 eleitores, de acordo com o TRE-PE. A atual prefeita Madalena Britto (PSB) está saindo de seu segundo mandato, e as articulações levam a crer que ela apoiará o empresário Wellington Maciel (MDB) na disputa. Outros pré-candidatos postos para o pleito em Arcoverde são o ex-prefeito Zeca Cavalcanti (PTB), Cybele Roa (Avante) e Israel Rubis (PP). Veronês Carvalho (PT) também se coloca como pré-candidata a prefeito de Arcoverde.

Floresta é administrada hoje por Ricardo Ferraz (PRB). Nas últimas eleições ele teve 9.036 votos dos 23.058 possíveis. Contudo, em fevereiro, ele afirmou que não será candidato à reeleição em 2020. Favinho Ferraz (PL), irmão do deputado estadual Fabrizio Ferraz (PP), apresenta-se como pré-candidato a prefeito e seria o nome escolhido pelo grupo político dos Ferraz na cidade.

Outro nome é o de Gustavo Novaes. Ele tem apoio do deputado estadual licenciado e secretário de Lazer e Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes (PSD). A ex-prefeita pelo PSB Rorró Maniçoba também coloca sua pré-candidatura ao eleitorado local. Em suas redes sociais, a ex-gestora afirma que se sente “preparada e no auge da experiência”. Beto Puça (PTC), presidente da Câmara de Floresta, é outro que costura uma candidatura.