Blog

Sindicato pede a suspensão dos trabalhos no setor têxtil em Blumenau

O Sindicato dos Trabalhadores Têxteis de Blumenau, Gaspar e Indaial (Sintrafite) divulgou nesta quarta-feira, 10, que protocolou um documento contendo os problemas encontrados pelos trabalhadores do setor, além de um pedido de suspensão das atividades durante 14 dias.

Segundo o sindicato, em entrevista ao jornal O Município Blumenau, o documento será enviado em conjunto com o Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex), relatando questões de risco de contaminação da Covid-19 nas empresas.

De acordo com o divulgado pelo sindicato, os trabalhadores são expostos ao vírus já no transporte público, além de aglomerações nas empresas e falta de álcool gel nos locais de trabalho.

Segundo Vivian Kreuzfeld, presidente da Sintrafite, muitas empresas não estão afastando os funcionários que estão com sintomas de Covid-19, apenas em situações mais graves. Também informou que está sendo encaminhado para o Sintex, um requerimento de paralisação do setor durante 14 dias.

“Estamos em uma situação muito complicada na região e no país, agora é o momento de isolamento para que possamos ter essa prevenção”, reforça a presidente.

Carlos Maske, diretor do Sintrafite, comentou que o objetivo é manter a remuneração dos trabalhadores que não forem essenciais durante o período, sem que exista uma demissão dos funcionários.

O Sintrafite também comentou que o Ministério Público do Trabalho já questionou as empresas sobre o número de infectados, mas sem resposta até o momento.

“Nós por várias vezes encaminhamos documentos questionando a higienização dos locais de trabalho, a sanitização, a testagem dos trabalhadores no local de trabalho, a preservação da vida dos trabalhadores, mas isso não nos foi informado”, reforça Vivian.

Durante a entrevista, também foi revelado que o sindicato pretende levar os casos para a esfera jurídica. Vivian informou que está sendo analisado a possibilidade de emissão de acidente de trabalho, para aqueles que forem contaminados dentro das empresas.

O diretor do sindicato também comentou que espera coerência das empresas, para que avaliem a situação dos trabalhadores para a suspensão durante as duas semanas no setor e a garantia do salário dos servidores.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube