Pular para o conteúdo

Rodovias registram queda no número de infrações por excesso de velocidade

  • por

Região

As três principais rodovias que cortam a região registraram uma queda de 26% no número de infrações

Por Leonardo Oliveira

30 ago 2020 às 10:07

As multas por excesso de velocidade tiveram redução de 26% durante a pandemia nas três principais rodovias que cortam a RPT (Região do Polo Têxtil), a Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), Rodovia Anhanguera (SP-330) e Rodovia dos Bandeirantes (SP-348).

Entre março e junho de 2020, foram 27.352 infrações flagradas nessas três vias. No mesmo período do ano passado, haviam sido 37.278. Os dados foram compilados pelo LIBERAL com base em informações cedidas pelo DER (Departamento de Estradas e Rodagem).

A Rodovia dos Bandeirantes foi onde houve a maior queda. Foram 6.956 notificações emitidas de março a junho do ano passado, ante 3.238 nos mesmos meses desse ano, diminuição de 53%. Na SP-304, a queda foi de 38%, de 10.726 para 6.571. Já na Anhanguera, redução de 19.596 para 17.543 (10%).

Para o especialista em trânsito e professor de engenharia civil da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Creso de Franco Peixoto, a diferença no percentual de queda entre as rodovias se dá pelo perfil de deslocamento e de cada pista.

“A Bandeirantes é uma via que se caracteriza por viagens de longo percurso, que também são chamadas de mobilidade. O motorista, nesse instante, está mais focado em uma viagem longa e busca, normalmente, uma velocidade controlada”, diz.

No geral, a redução nas três rodovias, segundo Creso, seguiu o “óbvio”, já que há menos deslocamentos de veículos por conta da pandemia.

“Analises são sempre em função da extensão de vias, período de tempo e densidade veicular, ou seja, o volume de tráfego. Isso deixa claro o porquê das reduções. Não houve, de 2019 para 2020, mudanças de comportamento de motorista”, explica.