Que calor! Biqunis e mais sobem de posio na lista de desejos das mulheres – Feminino & Masculino

  • por

Tua Essence – Cila (foto: Aline Oliveira/Divulgao – Ana Dapieve/Divulgao)

A flexibilizao do isolamento em Belo Horizonte concidiu com o fim do inverno e a chegada da primavera. Clima bastante favorvel para as marcas de moda praia, que sentiram o impacto da pandemia e agora ganham flego para voltar cena com mais e biqunis. A expectativa delas pela vinda de um vero brasileiro com sol, otimismo e boas vendas.

 

Menos mal para o setor que o perodo de isolamento coincidiu com o outono e o inverno, diz Tet Vasconcelos, estilista da Cila. Agora que os dias esto quentes e o vero se aproxima, ela acredita que as roupas de banho voltam a entrar na lista de desejos. “Como as pessoas no vo querer se arriscar em viagem internacional, acho que este ano vo curtir o vero do Brasil e isso significa litoral. No necessariamente praia, mas vo querer estar em contato com a energia solar.”

 

A loja reabriu em horrio reduzido e, das 9h s 11h, as clientes podem agendar um horrio para atendimento exclusivo. Ainda existe a possibilidade de escolher as peas na arara e levar para experimentar em casa. Tet est animada, mesmo sabendo que o desafio destes tempos grande, e espera que o vero consiga dar novo flego marca (financeiramente falando). “O que nos motiva ter a oportunidade de mostrar para as pessoas como a Cila est se reinventando e levar sol para a vida delas.”

 

O vero vai chegar no incio de novembro (um ms mais tarde), mas a loja ter novidades antes disso. A marca se prepara para lanar o preview de vero, com biqunis e mais, usando apenas tecidos que estavam em estoque. De nome Urban Bard, a coleo cpsula mistura elementos modernos e antigos, com um perfume de Brigite Bard. O preto, feito com fio biodegradvel, a base das peas, que ganham detalhes em branco, cinza, listras e algumas texturas diferenciadas (como jacquard).

 

Cila(foto: Ana Dapieve/Divulga
Cila (foto: Ana Dapieve/Divulgao)

 

A nova coleo minimalista do ponto de vista das cores (nenhuma estampa) e do nmero de modelos (12 no total). Na modelagem, a busca pelo mximo de conforto. “Fizemos hot pants, que trazem conforto e estilo, e sutis estruturados, muitos deles com bojo e outros sem. Alm disso, vrios modelos tm regulagem na calcinha, no suti, na ala, ento a pessoa no precisa ficar amarrando”, detalha. A marca tambm se preocupou em trabalhar com costura embutida.

 

Outra novidade o lanamento do e-commerce. “Queremos oferecer um servio on-line muito humanizado, onde o cliente tenha contato direto pelo WhatsApp com uma das consultoras.” Segundo Tet, os dois canais de vendas no so considerados concorrentes, e a ideia que caminhem juntos e se complementem. As vendedoras da loja fsica podem fazer vendas pelo site, assim como as clientes que compraram no on-line podem fazer troca presencialmente.

 

O plano levar para o e-commerce o Cila em casa, servio de delivery que comeou na pandemia e continua mesmo com a abertura do comrcio. A marca entrega na porta da cliente uma malinha com as peas que ela escolheu. “ um projeto que a gente acredita que chegou para ficar, no somente enquanto estvamos em isolamento. Na verdade, j queramos implantar isso h um tempo, pois existe demanda de pessoas que preferem experimentar as peas em casa.”

 

Consumo consciente

 

Por opo, a designer da Tua Essence, Fernanda Lopes Lima, fez uma pausa de trs meses durante a pandemia. Tentava entender como o mercado reagiria. J de volta ativa, ela retomou a produo da prxima coleo e, neste novo contexto, reafirma a crena no consumo consciente. “Realmente, espero que tudo isso que estamos tendo que viver toque as pessoas para repensar hbitos de consumo. Que sejam mais conscientes e responsveis em relao ao que escolhem fortalecer”, aponta.

 

Tua Essence(foto: Aline Oliveira/Divulga
Tua Essence (foto: Aline Oliveira/Divulgao)

 

A marca, que comeou em uma viagem entre amigas para a Costa Rica, tem um compromisso real com a sustentabilidade. S utiliza poliamida biodegradvel, que gera menos impacto ao planeta. “Todas as peas so dupla face, ento ficam mais versteis, diminuindo a necessidade de consumo. Alm disso, no uso bojo, forro, boto, tag de metal e os pigmentos que escolho para as estampas so atxicos e no poluentes, feito base de gua.” Na coleo Botnica, desenhos de flores pintados a mo por uma artista plstica foram digitalizados e transformados em estampas localizadas.

 

A deciso de lanar apenas uma coleo por ano tambm tem a ver com a questo ambiental. Fernanda diz que faz slow fashion de verdade. Por causa da pandemia, a nova coleo levar mais tempo chegar s consumidoras (ser em novembro ou dezembro). As peas so vendidas por representantes independentes e lojas parceiras.

 

A proposta da marca fazer uma moda atemporal, que no segue tendncias. As modelagens que mais agradam ao pblico, em especial os mais, sobrevivem de uma temporada para a outra. Versteis, eles podem ser usados para nadar, tomar sol ou, num mood mais urbano, como body (com short ou cala). “Como comecei na Costa Rica, sempre tive cliente surfista, atleta, mulheres que fazem exerccio ao ar livre, surfam, nadam, ento minhas modelagens so sempre pensadas no conforto, funcionalidade e mobilidade. Mas tambm deixam a silhueta bonita, enaltecem as curvas.”

 

Fernanda tambm acredita em uma moda democrtica e, no processo de desenvolvimento da nova coleo, est adaptando modelagens para nmeros maiores, com o objetivo de vestir todos os corpos, inclusive grvidas. Outro plano da marca lanar uma linha fitness.