Pular para o conteúdo

Projeto de aprendizagem sobre costura retoma atividades em Santa Cruz do Sul

  • por

O Projeto Gente que Costura Amor retoma as aulas em Santa Cruz do Sul, com duas turmas de alunas, uma no turno da manhã e outra à tarde, sempre nas segundas e quartas-feiras. As atividades estavam suspensas desde março do ano passado, com o advento da pandemia do novo coronavírus. A oficina de costura funciona no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Beatriz Frantz Jungblut, no bairro Santa Vitória, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Esporte (Sehase).

Os materiais como tecidos, linhas, agulhas, tesouras, feltro e outros são fornecidos pela prefeitura. Nas aulas, a instrutora Maisa Winck Esteves, costureira há 28 anos, ensina todos os segredos do pachtwork e da costura criativa. O foco da oficina não é a profissionalização, mas a preparação para o exercício da atividade como um meio de geração de renda.

A coordenadora do Cras, Ana Bachmann, ressalta que o projeto é a oportunidade que as mulheres têm de criar vínculos umas com as outras, de se empoderarem e desenvolverem habilidades que contribuam para o aumento da autoestima. Muitas são selecionadas pelas assistentes sociais que identificam situações de violência doméstica e ao tirá-las de casa, revelam a elas a possibilidade de novos horizontes. “Elas ficam mais empoderadas e passam a se sentir mais úteis, percebem o valor que têm”, afirma.

Atualmente as vagas para o projeto são limitadas e não há como absorver toda a demanda de pessoas interessadas. No local faltam máquinas de costura doméstica para que mais mulheres possam participar. As empresas ou pessoas físicas que desejam doar equipamentos podem entrar em contato com o Cras Beatriz, pelo telefone (51) 3711-9187.


Veja Também