Por garantia de orçamento, Coritiba costura acordo de valor fixo com a Rede Globo pelo BR-2020

  • por

Em um momento econômico delicado, os clubes preferem ter orçamentos com mais certeza dos recebimentos do que contar com qualquer possível volatilidade do mercado e, evidentemente, o Coritiba não foge a essa regra básica dentro do atual cenário.

Segundo informação veiculada nessa segunda-feira (29) pelo diário ‘Gazeta do Povo’, o Coxa tenta chegar a um denominador comum com a Rede Globo para receber uma valor fixo na negociação dos direitos de transmissão ao invés de trabalhar com uma quantia que seria composta por performance esportiva, número de transmissões e uma composição inicial que vale para todas as equipes.

Apesar da notória possibilidade de acabar recebendo menos do que poderia caso apresente uma boa campanha, o clube prefere apostar na solidez do investimento do que depender de resultados esportivos em momento de dificuldade financeira.

Outros pontos que vem pesando nessa análise é a eleição que o clube passará em dezembro desse ano (o atual presidente, Samir Namur, não pode mais ser reeleito) bem como a chance de, pensando já em 2021, ter mais possibilidades de negociar contratos mais vantajosos diante de um cenário econômico mais favorável.

Nesse momento, de acordo com informação da ‘Tribuna do Paraná’, as negociações estão centradas em um valor de R$ 5 milhões sendo que a Globo não abre mão de negociar os direitos tanto da TV aberta como no pay-per-view, nesse momento de poder do clube do Couto Pereira.

Na TV fechada, o clube tem contrato em vigência com a Turner em situação que vive um profundo contexto de incerteza sobre a continuidade do acordo mediante ao desejo de ambas as partes de encerramento.

Veja também

+ O Keith Richards da Fórmula 1

+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior


+ Diferença de altura gritante faz casal viralizar nas redes sociais


+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil