Blog, Costura

Nova ala da Maternidade Municipal é entregue nesta sexta-feira em Londrina

Foto: Emerson Dias/ NCom  

A nova ala da Maternidade Municipal Lucilla Balallai soma 992,58 m² a mais para o prédio original da Maternidade de Londrina.

Foram construídos um novo Centro Cirúrgico interligando o Centro de Parto Normal ao Centro Obstétrico, duas salas cirúrgicas, sala de recuperação pós-anestésico, sala de esterilização de materiais da maternidade, sala de costura, local para depósito de produtos e a lavanderia.

A obra de ampliação, segundo a prefeitura, ficou em R$ 3.4 milhões e, segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, a construção reorganizará a logística da Maternidade Municipal dando mais utilidade aos espaços e conforto aos pacientes.

Reforma

Além da ampliação da estrutura física da Maternidade Municipal, que conta agora com 3.335,14 m², todo o espaço está passando por uma grande reforma. A previsão de entrega da obra final, que inclui a reforma da parte antiga, é para o primeiro semestre de 2021.

O prédio terá pintura, piso e telhados novos, além de mobiliários mais modernos que vão substituir os estragados ou mais antigos. Assim, ela terá dez leitos para acomodar mulheres em pré-parto e outros 40 para aquelas que já deram à luz a seus filhos. Serão novas salas para os profissionais de enfermagem, para a aplicação de vacinas, realização de exames e para a coleta de leite humano e de armazenamento para produtos.

Quando finalizada a reforma e somada as obras de ampliação, o valor da obra deve ser de R$ 6.066.363,61. Além disso, a Autarquia Municipal de Saúde possui recursos captados na ordem de um milhão de reais para aquisição de equipamentos.

Sobre o local

A Maternidade Municipal Lucilla Balallai está em funcionamento desde 23 de dezembro de 1992. Atualmente, ela conta com 176 profissionais, que realizam uma média de 266 partos por mês e 762 atendimentos às gestantes ou mulheres no período de pós-parto mensalmente. Antes da ampliação, o espaço tinha 2.342,56 m², onde estavam distribuídos oito leitos de pré-parto e 37 leitos para o pós-parto, além de outras salas e cômodos.

Em 2000, a Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio da UNICEF, reconheceu os trabalhos dos profissionais da maternidade londrinense concedendo o título de Hospital Amigo da Criança.

Até hoje, o hospital ocupa um papel importante no atendimento às mulheres e crianças, sendo considerado uma referência na Rede de Assistência Materno Infantil (Rede Cegonha). Além disso, a maternidade oferta o atendimento de risco habitual exclusivo para o Sistema Único de Saúde (SUS) de Londrina.


Redação Tem com Assessoria