Pular para o conteúdo

Mulher torturada pelo marido teve que costurar a própria boca, cortar a orelha e furar a língua com pregos

  • por

A mulher de 38 anos que conseguiu fugir após ficar mais de um ano em cárcere privado em Toledo foi submetida à torturas e vários tipos de violência, física e psicológica. A vítima era ainda obrigada a se autolesionar diversas vezes e, conforme seu relato para a Polícia Civil, era agredida na frente do filho, um adolescente de 12 anos. O suspeito de cometer o crime é marido da mulher e foi preso na quinta-feira (24).

A delegada responsável pelo caso, Fernanda Lima, da Delegacia da Mulher de Toledo, afirmou que o suspeito, de 41 anos, foi preso em flagrante e segue detido nesta quarta-feira (7).

“A vítima conseguiu fugir de casa após mais uma sessão de torturas e foi levada para a Delegacia da Mulher, onde relatou o que vinha sofrendo. De imediato ela recebeu o atendimento e uma equipe saiu em busca do seu agressor, que foi preso em flagrante logo em seguida. A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva, sendo ele autuado pelos crimes de tortura, cárcere privado, lesão corporal e ameaça.”

Afirmou a delegada.

Veja o vídeo:

Ainda estão sendo realizadas diligências pela Polícia Civil, que cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência do casal e aguarda o resultado da perícia dos materiais coletados.

Conforme o boletim de ocorrência registrado pela vítima, o homem mantinha um caderno com regras que deveriam ser obedecidas pela esposa, que era proibida de gritar de dor e fazer comentários sobre o corpo. Ainda, a vítima era obrigada a escrever bilhetes ditados pelo marido: “Se eu mentir para o meu marido, eu vou fazer 100 cortes com a faca quente no meu rosto. Se eu não contar a verdade para meu marido eu vou furar a minha língua com pregos“, dizia a mensagem.

Agressões

“A vítima tem muitos hematomas que, segundo ela, são de agressões antigas e algumas que ela mesma teve que fazer, como por exemplo: ela teve que cortar a própria orelha, ela teve que furar a própria língua com pregos”.

diz o boletim de ocorrência.

Dentre as lesões apontadas como sendo feitas pelo marido, estão quebrar o nariz da mulher com socos, socos dados com toalha úmida e agressões com cabo de vassoura.

“Ele fazia ela colocar agulhas na boca, já fez ela costurar a própria boca com fio de linha de costura e com linha de pesca. Que ela está com o rosto cheio de pequenos cortes, que são feitos com uma faca esquentada, que ele lhe dá esses castigos frequentemente”.

Informa o boletim de ocorrência.

boletim de ocorrência ainda aponta que a vítima era obrigada a se autolesionar. E ainda era impedida de ir ao hospital, podendo apenas buscar por formas de curas caseiras.