Luminor Blu Mare: o novo (e robusto) relógio da Panerai

  • por

Tendências dos anos 1990 continuam a influenciar a atualidade. A tendência, até agora vista na moda, chega à relojoaria. A Panerai acaba de resgatar as caixas e os códigos gráficos dos relógios da época que faziam parte da linha Luminor, a mais clássica da marca. Mais robustos, chamavam atenção pelas linhas limpas e quase retas. Evocavam o universo militar e não à toa caíram nas graças então de ícones de então, como Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger. É aos relógios daquele período que o recém-lançado Panerai Luminor Blu Mare acena.

Vendido a 25.600 reais, o lançamento é constituído de aço AISI 316L, um metal conhecido pela boa resistência à corrosão, indispensável para um modelo que homenageia o mar azul e é voltado para quem adora singrar os oceanos — embaixo d’água o modelo resiste a até 100 metros. Com caixa de 44 milímetros, o Luminor Blu Mare tem mostrador azul e ponteiros em ródio. Repare que a letra aplicada nos numerais nos pontos cardeais também remete às que os antepassados dos anos 1990 ostentavam.

Com movimento de corda manual, a novidade tem reserva de marcha de 3 dias e dispositivo à prova de choque. Azul, com costura bege, a pulseira é de couro de bezerro e atada a uma fivela em aço escovado (uma segunda pulseira, também azul, mas de borracha, também é entregue aos compradores, assim como uma chave de fenda especial para a substituição).

Panerai Luminor Blu Mare: lançamento remete aos anos 1990 da marca Panerai Luminor Blu Mare: lançamento remete aos anos 1990 da marca

Panerai Luminor Blu Mare: lançamento remete aos anos 1990 da marca (Panerai/Divulgação)

A chegada do Luminor Blu Mare coincide com o lançamento do canal da relojoaria italiana no Spotify, com o qual ela almeja mergulhar ainda mais no universo digital. No dia 29 de junho, ela colocou no ar o Pamcast, uma plataforma digital formatada como um canal editorial. É um convite aos entusiastas da marca, e aqueles que ainda não a conhecem, para mergulhar na cultura e nos valores da grife italiana — fundada em Florença em 1860, está nas mãos do grupo Richemont desde 1997.