Jornal T – A surpresa em contraciclo que Espanha aplaude

  • por

Um evento que soube enfrentar a pandemia, garantir a segurança de todos e que até registou uma aumento no número de visitantes internacionais. As publicações espanholas Textil Expres, Pinker Moda e Moda Es são unânimes em dizer que o MODTISSIMO superou as expectativas e foi capaz de proporcionar a empresas e clientes o ansiado encontro cara-a-cara.

“Sabiamos que não seria uma edição fácil, mas o que pudemos ver, em pessoa, foi uma audiência constante e fluída”, escreve o Textil Expres, numa reportagem que titula como “Uma agradável surpresa, num Modtissimo para a história”. De acordo com a publicação, o salão têxtil do Porto soube responder à “fome de regressar aos contactos e de ver colecções, ainda que seja de máscaras e de acordo com todos os protocolos sanitários”.

O facto do número de expositores se ter mantido quase inalterado – na ordem das 200 empresas – e da afluência de compradores estrangeiros ter aumentado cerca de 25% levam a imprensa espanhola a considerar este MODTISSIMO como um sucesso, em contraciclo com o contexto atual. “Apesar da crise sanitária traçar um cenário complicado, a realidade superou as expectativas e o salão português registou até um aumento no número de visitantes internacionais”, escreve a revista Pinker Moda, numa reportagem em que descreve a realização do salão têxtil como um sinal de “esperança em tempos difíceis”.

Também a publicação online moda.es. atesta que o MODTISSIMO soube “enfrentar o Coronavírus”, destacando a adesão de expositores e visitantes ao longo dos dois dias de exposição.

A 56ª edição do Modtissimo decorreu nos salões da Alfândega do Porto nos dias 23 e 24 de Setembro. O evento foi até ao momento o único certame têxtil e de moda a decorrer na Península Ibérica no contexto de pandemia e um dos primeiros no panorama europeu.