Instituto Renault comemora dez anos de projetos bem sucedidos – auto-on

  • por




Mais de 755 mil pessoas já foram beneficiadas pelos projetos da instituição

O Instituto Renault está comemorando dez anos de existência. A instituição criada em 14 de setembro de 2010, é o braço socioambiental da Renault do Brasil, que tem a finalidade de contribuir de forma positiva na sociedade, transformando potenciais em possibilidades reais de progresso para pessoas e comunidades. A instituição atua por meio da educação, do desenvolvimento social e da sustentabilidade ambiental, realizando movimentos para diminuir distâncias e promover transformações na sociedade.  

Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil e do Instituto Renault

“Mais do que desenvolver, fabricar e comercializar veículos, a Renault está consciente do seu papel na construção de uma sociedade mais humana, mais justa e mais sustentável. Estamos muito felizes com tudo o que o Instituto Renault construiu até aqui e seguiremos atuando para gerar renda, estimular o empreendedorismo social e a educação”, explica Ricardo Gondo, presidente do Instituto Renault e da Renault do Brasil.  

Ao longo de uma década, o Instituto já beneficiou mais de 755 mil pessoas em dois eixos principais: inclusão e mobilidade sustentável.   

Caíque Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de comunicação da Renault do Brasil

 

“Cada iniciativa que desenvolvemos por meio do Instituto Renault carrega o desejo de transformação. Ficamos muito felizes em completar 10 anos de atuação. Esse marco só nos motiva ainda mais para continuar transformando a vida de milhares de pessoas”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de comunicação da Renault do Brasil.  

Açoes  

Por meio de ações planejadas, centradas no progresso das pessoas e da comunidade, o Instituto Renault promove o desenvolvimento social por meio de três os principais projetos: Associação Borda Viva, Geração Futuro e Renault Experience.
Um dos principais focos do Instituto é o desenvolvimento da Borda do Campo, bairro localizado no entorno do Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), região que acolheu a Renault do Brasil mais de 20 anos atrás. É o bairro mais populoso de São José dos Pinhais com 18 mil moradores, 74 % vivendo abaixo da linha da pobreza, ou seja, com menos de R$ 89 por pessoa em cada família. Estes dados são do Mapa Social da Borda do Campo, relatório que mede o nível de desenvolvimento do território, desenvolvido em parceria com a PUC-PR. A partir dos resultados, o Instituto Renault pautou os futuros investimentos e projetos na comunidade.  

Borda Viva  

A Associação Borda Viva é uma organização sem fins lucrativos que atua desde 2002 no desenvolvimento social, segurança alimentar para crianças e no empoderamento feminino por meio do empreendedorismo e da geração de renda. A associação está localizada no bairro Borda do Campo, região próxima à fábrica da Renault em São José dos Pinhais. Cerca de 90 mil pessoas já foram impactadas pelas ações da Associação que conta com a parceria do Instituto Renault.  

Para promover a segurança alimentar, crianças cadastradas em idade escolar e que vivem em situação de vulnerabilidade social, recebem diariamente refeições preparadas pelas mulheres da comunidade. Ao todo são 37,2 mil refeições servidas por ano.  

Os produtos produzidos pela Casa da Costura já são vendidos em concessionárias da França em três cidades, além do ateliê da Renault na Champs-Élysées. Neste ano, as peças também passaram a ser comercializadas nas concessionárias do Brasil e pelo site da Boutique Renault, no endereço: https://www.boutiquerenault.com.br/..  

Geração futuro  

O programa consiste em um curso de formação que visa a qualificação e capacitação para o mercado de trabalho de jovens da comunidade da Borda do Campo, em São José dos Pinhais. O curso gratuito de formação profissional é direcionado para jovens estudantes entre 15 a 24 anos que estejam cursando ou que tenham concluído o Ensino Médio e inclui conceitos administrativos com aulas práticas de informática, regras de negócio, comportamento e cidadania, além de comunicação e cálculo matemático.  

No total, 120 jovens serão qualificados durante o período de um ano e meio, divididos em turmas de 40 alunos por semestre. De 40 alunos da primeira turma que concluiu o curso no ano passado, 18 já foram contratados e estão trabalhando.  

O projeto conta com a parceira da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais, que cedeu duas salas do CRAS (Centro de Referência e Assistência Social do bairro Borda do Campo); da Unilehu (Universidade Livre para a Eficiência Humana), como executora do programa e doadora de parte do mobiliário; da TOTVS, por meio do Instituto IOS, que é detentora da metodologia aplicada e da TOTVS/Bematech que cedeu 14 computadores para a realização do programa.  

A iniciativa foi criada a partir da análise dos dados levantados no Mapa Social da Borda do Campo, relatório desenvolvido pelo Instituto Renault em 2018 com objetivo de identificar o nível de desenvolvimento do território, suas demandas, rede de serviços, tendências e oportunidades de investimento. O objetivo é preparar e qualificar os jovens para transformar de forma positiva a realidade da comunidade e o futuro de muitas famílias.