Blog

fábrica têxtil suspende produção por causa de infeções

Mangualde está com três surtos de Covid-19, um dos quais foi detetado numa fábrica têxtil, a empresa SCPT.

Esta sexta-feira (18 de dezembro), os trabalhadores da empresa foram enviados para casa devido à deteção de casos positivos dentro da unidade fabril.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Elísio Oliveira, estão confirmados perto de 40 funcionários. A direção da fábrica optou por fechar antecipadamente as portas da fábrica mais cedo do que o previsto.

“A empresa antecipou o encerramento por prudência e segurança, na medida em que teve quatro dezenas de colaboradores infetados e metade deles são de Mangualde. Por isso, para evitar uma contaminação generalizada, fechou-se preventivamente a fábrica”, explicou Elísio Oliveira.

Segundo o autarca, “a fábrica ia trabalhar mais três dias até ao Natal e depois encerrava até ao início do novo ano, retomando a 3 ou 4 de janeiro”.

O Jornal do Centro tentou o contacto com a empresa, mas sem sucesso.

Ainda em Mangualde, foram recentemente detetados surtos em duas das valências da Misericórdia local: a residência sénior Senhora do Castelo e o lar Nossa Senhora do Amparo, que têm um total de 20 infetados entre utentes e funcionários.

Com o agravar da situação, as visitas em todas as valências da Santa Casa estão suspensas por tempo indeterminado.