Blog

Fábrica de grande empresa têxtil de Blumenau é arrematada em leilão por R$ 7,52 milhões | Pedro Machado

O parque fabril da BGO Têxtil, de Blumenau, foi arrematado em leilão na terça-feira (16) por R$ 7,52 milhões. O lance único veio da J. Wages, uma administradora de bens que tem como sócio o empresário Valdecir Poleza, proprietário da empresa de moda infantil DDX Têxtil, de Gaspar. A venda saiu na segunda praça do leilão, pelo valor mínimo. Na primeira, no dia anterior, quando o imóvel estava avaliado em R$ 9,4 milhões, não houve propostas.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

As instalações da BGO já haviam ido a leilão no início do ano passado, mas na época não apareceram interessados. Leiloar a própria fábrica foi uma maneira encontrada pela empresa, que está em recuperação judicial desde 2015, para quitar dívidas.

Só a titularidade do imóvel de 7,2 mil metros quadrados muda de mãos por enquanto. Os novos donos fizeram a aquisição como um investimento e não têm interesse em ocupá-lo. Tampouco há intenção da BGO de sair do espaço. A empresa continua ativa e operando no local. A partir de agora, no entanto, pagará um aluguel.

O próprio edital do leilão, aliás, estabeleceu que o comprador seria obrigado a alugar o espaço para a companhia por um prazo mínimo de cinco anos, como forma de garantir a continuidade das atividades.

Quer receber notícias e análises de economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região no seu celular? Acesse o canal do blog no Telegram pelo link https://t.me/BlogPedroMachado ou procure por “Pedro Machado | NSC” dentro do aplicativo.