Empreendedores investem em produtos com foco na sustentabilidade

  • por

Pequenos empreendedores de Rio Preto e região elegeram a preocupação com o meio ambiente como a principal matéria-prima para montar seus negócios. Ainda que o número de consumidores conscientes no Brasil seja baixo – pesquisa de 2018 da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que apenas 31% estão nesta categoria – o desejo de empreender de uma nova forma e de ajudar a criar um novo modo de consumo são a motivação.

É o caso da empreendedora Daiana Brás, de Rio Preto, que há um ano e meio criou a Ciclo Alternativa, empresa que trabalha com produtos sustentáveis personalizados artesanalmente. “Os produtos foram pensados para substituir o descartável de uso único, sendo um diferencial, pois são produtos reutilizáveis, feitos a mão em todos os detalhes e que contribuem com o meio ambiente”, afirma.

Ela produz embalagens sustentáveis voltadas para compra de hortifrútis nos supermercados, para comprar grãos, ecobags para usar em compras ou passeios, ecopads (para substituir algodão para retirar maquiagem), coador de café de pano, kit de canudo de aço inox e bambu, embalagens para presentes em tecido, entre outras. Os preços variam de R$ 5 a R$ 90. Quem costura as peças é a avó de Daiana, dona Cida. “As pessoas estão procurando um estilo de vida mais saudável e reduzindo o consumismo desenfreado, procurando alternativas para reduzir o lixo nas casas, no ambiente de trabalho e também no seu lazer”, afirma.

Segundo Daiana, durante a pandemia as vendas tiveram queda – como em boa parte dos setores – já que os consumidores tendem a cortar gastos. Ela aproveitou para colocar no ar, pelo Instagram, uma websérie de 20 episódios produzidos por convidados de diversas áreas sobre sustentabilidade, o que ajudou a agregar valor à marca, trazendo informação à comunidade.

Atualmente, ela atua na formalização da empresa, com foco na expansão do negócio por meio de uma loja móvel. “Não gosto de simplesmente vender por vender, só pensando no dinheiro. Gosto de vender algo que realmente a pessoa necessita e mostrar a ela que o que ela está adquirindo não é apenas um produto, mas leva uma história por trás, isso sim me fascina no empreendedorismo”.

O analista de negócios do Sebrae de Rio Preto Marcos Vieira afirma que esse é um setor que já alçou uma nova posição. Começou como uma preocupação restrita a um grupo, passou pela fase da moda e agora se coloca como uma necessidade. “Não se trata apenas de um produto ou serviço. É algo que tem uma causa, um propósito, por isso o empreendedor precisa vivenciar o conceito.” Como exemplo, ele cita um carnívoro que abre um restaurante vegano apenas para aproveitar o nicho de mercado. Se ele não entende o conceito, não vive, não dá certo.

A química e farmacêutica Patrícia Oliveira criou uma marca de cosméticos totalmente natural. De São José dos Campos, ela veio para Rio Preto há três anos e decidiu trazer sua experiência de indústrias farmacêuticas para ter o próprio produto. “Sempre gostei dessa parte natural, da fitoterapia”, disse.

Há menos de um ano nasceu a Bioplanterapie, empresa cosmética vegana artesanal, cuja divulgação principal ocorre por meio da internet. Patrícia produz sabonetes em barra, líquidos, xampus e condicionadores sólidos, loções hidratantes, tudo a partir de derivados vegetais e que não agridem o meio ambiente. “O xampu e o condicionador sólido são para evitar os frascos plásticos e reduzir o lixo”.

O interessante é que as embalagens são feitas em papeis recicláveis e as loções em pet recicláveis. Além disso, os consumidores acabam devolvendo o frasco, que é higienizado, desinfectado e reutilizado. Os preços e as fragrâncias e propriedades variam. Um sabonete em barra de 120 custa R$ 14,99 e uma local hidratante, de 250 ml, R$ 39,99.

Segundo Patrícia, o mercado tem ficado cada vez mais interessante, tanto que já surgiu a demanda pela produção de um xampu natural para pets. Ela também acaba de lançar um desodorante em creme com ação antibacteriana, que clareia manchas, tem ação calmante e anti-inflamatória. “Trabalho de maneira artesanal, com diferentes plantas com propriedades médicas cientificamente comprovadas.”