Embalixo estuda embalar alimento | Empresas

  • por

Depois de camisetas e máscaras com tecido anticovid, acaba de ser criado um saco de lixo capaz de atrair e inativar o vírus. O produto foi desenvolvido pela Embalixo e funciona como um imã, em que a interação eletroestática atrai e rompe o envelope lipídico do vírus. Diferentemente do fio têxtil, o plástico não contém íons de prata e a empresa já estuda a possibilidade de seu uso na embalagem de alimentos, o que pode representar um novo negócio para a empresa dedicada à produção de sacos de lixo.