Pular para o conteúdo

Em Santa Cruz, 33% ainda não declararam o Imposto de Renda – GAZ

  • por

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda 2020 termina no próximo dia 30 e, até o momento, cerca de 19,7 mil santa-cruzenses cumpriram essa obrigação. No município, dos 29,5 mil contribuintes que devem prestar contas à Receita, 67% já fizeram. No Brasil todo são esperadas 32 milhões de declarações, com 62,04% entregues até agora. No Rio Grande do Sul a Receita Federal recebeu 65,33% dos 2,2 milhões de documentos da meta.

Conforme o delegado da Receita Federal em Santa Cruz do Sul, auditor-fiscal Leomar Padilha, por conta da pandemia o cronograma sofreu alterações. “Como em 2020 tivemos um período maior – dois meses a mais –, faltando 13 dias, se compararmos com anos anteriores, o percentual está maior. No entanto, é importante chamar a atenção para que os contribuintes não deixem para última hora, para evitar a multa por atraso na entrega.”

LEIA MAIS: Prazo para entrega do Imposto de Renda termina no fim do mês

Para os contribuintes que entregam a declaração no modelo completo também é possível destinar 6% do imposto devido para os fundos do idoso e da criança e adolescente. “Até o momento 152 contribuintes já pagaram o Darf e o valor destinado é de R$ 101.849,00. Lembrando que são dados parciais, ou seja, podemos ter contribuintes que já entregaram a declaração destinando e ainda não pagaram o Darf, bem como aqueles que ainda vão entregar a declaração”, explica Padilha.

Na região da Delegacia da Receita Federal são mais de 10 mil contribuintes que podem fazer a destinação, o que renderia R$ 3,8 milhões para o fundo da criança e adolescente e R$ 3,8 milhões para o fundo do idoso. Além de ajudar milhares de pessoas, o valor destinado fica na cidade, fomentando a economia e gerando empregos.

Entre os contribuintes que deixam a declaração para a última hora, as dúvidas mais frequentes são sobre as despesas dedutíveis e os rendimentos recebidos. Nas dedutíveis estão despesas médicas, como pagamentos a médicos, anestesistas, dentistas, fisioterapeutas, hospitais e clínicas. Não são dedutíveis despesas com tratamentos estéticos, remédios e testes de DNA. São dedutíveis gastos com educação, pagamentos efetuados a escolas de ensino regular, creches e cursos técnicos ou profissionalizantes, mas não se incluem cursos de idiomas estrangeiros, música, dança, natação, ginástica, dicção e corte e costura e aulas de trânsito, tênis ou pilotagem.

LEIA TAMBÉM: Receita libera consulta ao primeiro lote do Imposto de Renda

Restituições

No próximo dia 30 também será feito o pagamento do segundo lote de restituição do IR, que neste ano terá apenas cinco lotes. O primeiro foi entregue no dia 29 de maio e o último será em 30 de setembro. Em anos anteriores eram sete lotes, com o primeiro liberado no dia 15 de junho.

LEIA MAIS: Receita paga o primeiro lote da restituição do IR nesta sexta-feira

<brFonte source_domain