Pular para o conteúdo

Em presídio da Capital, advogado é flagrado com droga sintética

Um advogado foi preso em flagrante tentando entrar no Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Zorzi”, em Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (18), com 630 papelotes de “K4” na costura de uma calça jeans. A droga sintética tem um efeito 100 vezes mais forte que a maconha.

Oral Sin - Novembro Azul - 5

Segundo matéria do G1 MS, ele estava no Irmã Zorzi para entregar os pertences de uma interna, mas durante a vistoria dos objetos, o raio-x detectou papelotes da droga sintética na costura da cintura de uma calça jeans. Ao todo, foram localizados 633 papelotes do sintetico K4.

Ainda segundo o portal G1, o advogado disse que não tinha conhecimento sobre a existência da droga, sendo que os pertences foram entregues por uma suposta prima da detenta, na data anterior ao flagrante.

Na ocasião, ela teria entrado em contato por meio de aplicativo de WhatsApp, questionando sobre a possibilidade de ele entregar os objetos no presídio. O advogado concordou e ainda teria cobrado o valor de R$ 150 para o transporte dos objetos, uma calça jeans, pasta de dente, sabonete, roupas íntimas e toalha.

Na hora do flagrante, o advogado chegou a fugir do local, o que segundo ele, foi uma medida de “desespero”.

Fonte www.opantaneiro.com.br

Todos os direitos reservados a seus autores

Conteúdo indexado da Internet de postagem pública

Caso deseje a remoção, envie este link e a prova de autoria para nosso email para exclusão.

Falar com Atendente
1
Fale Conosco
Fale conosco!