Blog, Costura

detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O BMW 320i 2015 foi a estreia da geração F30 no Brasil. O modelo foi produzido pela montadora alemã em sua nova fábrica de Araquari, cidade próxima de Joinville, em Santa Catarina.

Produzida entre 2011 e 2019, a geração F30 é a sexta do Série 3, que surgiu a partir do Neue Klasse do início dos anos 70. Por aqui, foi a primeira do modelo alemão a ser nacionalizada, sendo ainda a primeira após a separação do Série 4.

Adotando um design mais sofisticado e expressivo na dianteira, ele ainda manteve as forças básicas das gerações anteriores E46 e E90, focando mais no uso de motores pequenos, mas preservando a tração traseira, marca do Série 3.

Além da nacionalização, o BMW 320i 2015 surgiu como um carro flex, usando o pré-aquecimento do combustível na partida a frio com álcool, o que permitiu o uso desse combustível em associação com a gasolina.

O BMW F30 também adotou o bem globalizado câmbio ZF 8HP de oito marchas, usando em diversos carros, desde modelos de ultra-luxo até picapes, por exemplo. Na BMW, até o 118i anterior usou esse câmbio.

Tendo tecnologias como o CBS, que monitora o veículo para determinar o momento da revisão, o 320i tinha ainda serviços online a bordo, bem como multimídia com apoio de CarPlay e um bom nível de acabamento e luxo.

Utilizando uma suspensão McPherson na dianteira e multilink na traseira, o BMW 320i 2015 apresenta bom nível de conforto e estabilidade, tendo ainda direção eletro-hidráulica e carroceria com alto nível de proteção e rigidez torcional.

O sedã da BMW media 4,624 m de comprimento, 1,811 m de largura, 1,429 m de altura e 2,810 m de entre-eixos, tendo 60 litros no tanque e 480 litros no porta-malas. Com cinco lugares, o Série 3 é um carro bem espaçoso.

Disponível nas versões 320i, 320i GP e 320i Sport GP, o BMW Série 3 nacional ainda teve a companhia do 328, mas este foi substituído pelo 330i, importado da Alemanha na geração atual.

Medindo forças com o Mercedes-Benz C180, ele ainda brigava com o Ford Fusion. Bem-sucedido no Brasil, o 320i sempre teve um bom desempenho por aqui, embora tenha perdido apelo durante a ascensão do rival alemão.

Contudo, na atualidade, sem o Mercedes, o BMW consegue se impor no mercado de luxo e virou cult entre os clientes de sedãs premium, dominando as vendas de seu segmento.

Com a garantia de produção no país, o BMW 320i é um produto que se fixou no mercado nacional a partir da geração F30, tendo agora na G20, se consolidado como principal player entre os sedãs luxuosos, especialmente após a saída do C180.

Apesar do conjunto, o BMW 320i 2015 não era um sedã de luxo com destaque para conteúdo excessivo. A proposta sempre foi equilibrada, haja visto que a Série 5 obrigatoriamente tinha de oferecer muito mais requinte e sofisticação.

Assim, o 320i não tinha itens como suspensão adaptativa, cluster digital, HUD, bancos com ventilação ou massagem, entretenimento traseiro, teto panorâmico, Park Assist e acabamento em Nappa ou Alcantara, por exemplo.

Equipado com motor B48 2.0 TwinPower Turbo, o BMW 320i 2015 tinha 184 cavalos de 5.000 a 6.500 rpm, bem como 27,5 kgfm entre 1.250 e 4.500 rpm. Com tecnologia flex, os números eram os mesmos nos dois combustíveis.

Além disso, o 320i vinha com transmissão automática de oito marchas com tração traseira, mantendo o DNA do produto, assim como oferecendo modos de condução e opção de mudanças manuais.

Importado da Alemanha desde os anos 90, quando teve a companhia de unidades vindas de Miami, o BMW Série 3 ficou bem conhecido aqui na versão 325i, que chegou na icônica terceira geração.

Sempre sinônimo de luxo, o BMW 320i era a opção mais razoável para o produto, que após a nacionalização, aumentou expressivamente suas vendas, especialmente na geração G20, a atual.

O modelo mantém o motor, porém, com 30,6 kgfm a 1.350 rpm. A potência continua nos 184 cavalos, embora existam variantes de uso da MINI com 192 cavalos. O BMW 320i é atualmente o player mais importante do segmento.

BMW 320i 2015 – detalhes

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O BMW 320i 2015 tinha um estilo bem expressivo com faróis duplos bi-xênon com assinatura visual em LED “Angel Eyes” no entorno dos projetores de facho alto e baixo, tendo as lentes extensões junto à grade duplo rim cromada.

Esta tinha frisos verticais em preto brilhante, enquanto na parte superior, o logotipo da Bayerische Motoren Werke é ostentado com pompa merecida. Já o para-choque tinha vincos e molduras laterais com faróis de neblina.

Nas laterais limpas, retrovisores e maçanetas eram na cor do carro, sendo que os espelhos retrovisores tinham repetidores de direção em LED. Já as rodas de liga leve eram de aros 17 ou 18 polegadas, dependendo da versão.

Elas eram calçadas em pneus 225/50 R17 ou 225/45 R18, respectivamente, sendo do tipo run flat, que permite furo e rodagem segura até 80 km/h e em distância de 80 km.

As portas traseiras reproduziam o mesmo estilo da terceira geração do BMW Série 3, virando uma marca destas gerações. As lanternas traseiras eram duplas e tinham iluminação em LED, com o para-choque dotado de refletores horizontais.

No escape, a versão Sport GP trazia ponteira com acabamento em preto brilhante, sendo um destaque esportivo da versão, que ainda tinha detalhes externos em Black Piano e pequenos apêndices estilísticos. No teto, antena barbatana.

Por dentro, o ambiente do BMW 320i 2015 tinha um painel ainda bem analógico, com inúmeros botões e comandos físicos. O cluster era por ponteiros, tendo conta-giros, nível de combustível, temperatura da água e velocímetro.

Havia ainda um completo computador de bordo e um econômetro, enquanto a parte central tinha um display digital não touchscreen, que era controlado por um botão de navegação no túnel, próximo do joystick de marchas.

Logo abaixo do display da multimídia BMW ConnectedDrive, ficavam os difusores de ar e depois mais botões, até que aparecia então o ar-condicionado automático dual zone com display digital e dois botões físicos.

O túnel alto tinha duplo acabamento e joystick para marchas, com comando elétrico, mas estranhamente o freio de estacionamento era manual… No painel, havia botão de partida e o volante era multifuncional em couro.

Este tinha ajustes em altura e profundidade, enquanto as portas vinham com acabamento em couro sintético, assim como detalhes em cinza, preto ou bege, na mesma cor dos assentos em material semelhante.

Os bancos dianteiros tinham ajustes elétricos, mas com memória apenas no assento do motorista. Os comandos dos vidros elétricos one touch eram nas portas, assim como dos espelhos elétricos com rebatimento elétrico, segundo versão.

Na versão Sport GP, o interior tem acabamento preto com costuras duplas vermelhas, além de bancos esportivos e com extensor de assento. O volante em couro preto com costura dupla em vermelho também era presente.

O banco traseiro tinha apoio de braço com porta-copos e difusores de ar. Já o espaço não era tão generoso, mas confortável ainda. No porta-malas, que podia ser ampliado, o espaço era para 480 litros.

BMW 320i 2015 – versões

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O BMW 320i 2015 trazia uma oferta de três versões com a mesma motorização e desempenho, sempre com bom conteúdo, embora a GP seja a que menos acrescente itens, sendo que muitos eram de série desde a opção de entrada.

Nos anos seguintes, o padrão das versões incluiu pacote M Sport para deixar o BMW Série 3 F30 mais esportivo e atraente para o consumidor premium. Ainda assim, a gama era bem enxuta e distribuída, atendendo a demanda de mercado.

  • BMW 320i ActiveFlex AT8
  • BMW 320i GP ActiveFlex AT8
  • BMW 320i Sport GP ActiveFlex AT8

Equipamentos

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

BMW 320i ActiveFlex AT8 – Motor 2.0 Turbo com câmbio automático de oito marchas, mais sensor de chuva, volante esportivo em couro e multifuncional, paddle shifts, farol automático, sensor de estacionamento, ar-condicionado digital automático dual zone, bancos dianteiros elétricos com memória para o motorista, pacote de telefonia com Bluetooth e USB, faróis Bi Xénon, modos de condução Sport e Eco, freios com ABS e EDB, suspensão traseira multilink, freios a disco nas quatro rodas, rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 225/50 R17, retrovisor interno eletrocrômico, controle de cruzeiro, retrovisores com rebatimento elétrico, controle de tração, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, luzes internas de leitura, para-sóis com espelhos iluminados, alças de teto, banco traseiro bipartido, apoio de braço traseiro com porta-copos, botão de navegação, porta-revistas nos bancos dianteiros, vidros elétricos one touch, travamento central elétrico, espelhos externos elétricos, botão de partida, chave presencial, seis airbags, modos de condução, vidros verdes, para-brisa degradê e pneus Run Flat.

BMW 320i GP ActiveFlex AT8 – Itens acima, mais sistema de navegação e o controle de cruzeiro adaptativo.

BMW 320i Sport GP ActiveFlex AT8 – Itens acima, mais design Sport Line, volante e bancos esportivos com costura vermelha, ponteira de escapamento preta, rodas aro 18, pneus 225/45 R18, soleiras esportivas, teto solar elétrico e janelas com acabamento individual em High-gloss shadow line.

Preços

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

Os preços do BMW 320i 2015 eram competitivos na época, iniciando numa faixa onde se encontrava o Ford Fusion, por exemplo, exibindo assim grande concorrência com o sedã executivo da marca americana, que era maior.

Além disso, competia ainda com o Mercedes-Benz C180, que também passou a ser fabricado no Brasil, mas que tinha 156 cavalos e 25,5 kgfm no propulsor 1.6 Turbo. Já o C200 era bem mais caro que o 320i.

Os preços das versões de acesso e GP compensavam, mas o Sport GP tinha mais de R$ 20 mil de diferença e não era exatamente atraente nesses termos.

  • BMW 320i ActiveFlex AT8 – R$ 134.950
  • BMW 320i GP ActiveFlex AT8 – R$ 143.950
  • BMW 320i Sport GP ActiveFlex AT8 – R$ 164.950

BMW 320i 2015 – motor

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O BMW 320i 2015 utiliza o motor B48, que faz parte de uma linha de propulsores recentes da BMW, que foi iniciada a produção em 2014. Ele veio para substituir o N20, o propulsor anterior do sedã de luxo alemão.

A série B é construída em alumínio e tem como característica a modularidade, com unidades 1.5, 2.0 e 3.0 litros, cada uma com quase meio litro de volume por cilindro, o que significa que possuem três, quatro e seis cilindros, respectivamente.

Tal como no N20, os B38 (1.5), B48 (2.0) e B58 (3.0) possuem sistema de variação de válvulas eletrônico Valvetronic, assim como sistema de temporização de abertura e fechamento de válvulas Vanos.

Vem ainda com turbocompressor twin-scroll, que coleta os gases de escape de cilindros alternadamente, permitindo que o rotor sempre fique em movimento, girando a 150.000 rpm e evitando assim o chamado “turbo lag”.

Com isso, o BMW B48 permite todo o torque em rotação muito baixa, que no caso do 2.0 TwinPower Turbo é de 27,5 kgfm a 1.250 rpm, indo até 4.500 rpm, numa faixa de atuação muito plana, o que garante máxima força em tempo integral.

Tendo injeção direta de combustível com tecnologia flex com pré-aquecimento do combustível na partida a frio. Tendo comandos acionados por corrente, o propulsor de quatro cilindros tem taxa de compressão de 11:1.

Com 184 cavalos entre 5.000 rpm e 6.500 rpm, o B48 é um propulsor bem elástico, que permite ao BMW 320i 2015 um excelente desempenho com consumo de combustível razoável.

Além do propulsor B48 2.0 TwinPower Turbo, o 320i tinha ainda transmissão automática ZF 8HP de oito marchas, que possui modos de condução Sport e Eco, bem como trocas manuais na alavanca ou volante (paddle shifts).

A tração era traseira por eixo cardã articulável e diferencial fixo na carroceria, transmitindo assim a força para as rodas através de semieixos nas balanças de suspensão do eixo traseiro.

O 320i atual e o da geração G20 ainda usam o mesmo B48 do anterior F30, mas com mais torque, entregando 30,6 kgfm a 1.350 rpm. O sedã de luxo nacional mantém mesmos recursos técnicos e câmbio automático do antigo.

Desempenho

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

No BMW 320i 2015, o desempenho era realmente bom, indo de 0 a 100 km/h em pouco mais de 7 segundos e com máxima perto de 240 km/h. Isso era em virtude do motor potente com 184 cavalos e 27,5 kgfm.

O câmbio automático de oito marchas e a tração traseira ajudavam bastante a ter uma performance empolgante. E tudo isso feito com eficiência energética. O bom conjunto de suspensão independente, trazia ainda mais conforto ao dirigir.

  • BMW 320i AT8 – 0 a 100 km/h – 7,3 segundos
  • BMW 320i AT8 – Velocidade final – 235 km/h

Consumo

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O consumo do BMW 320i 2015 era muito bom para um carro de seu porte, peso e desempenho. Graças a tecnologias como injeção direta de combustível, turbocompressor com intercooler e twinscroll, comandos Vanos e Valvetronic, era o ideal.

Com tecnoloiga flex com pré-aquecimento, o motor 2.0 TwinPower Turbo tinha consumo de 6,5 km/l na cidade e fazia mais de 9 km/l na estrada. Já com gasolina, entregava quase 9,5 km/l no ciclo urbano e mais de 13 km/l no rodoviário.

A transmissão automática de oito marchas tinha modos de economia e desempenho, ajudando muito no consumo do BMW 320i 2015, transmitindo assim mais confiança no produto, que chegava a quase 800 km de autonomia.

  • BMW 320i AT8 – Consumo urbano – 6,5/9,3 km/l
  • BMW 320i AT8 – Consumo rodoviário – 9,4/13,3 km/l

BMW 320i 2015 – manutenção e revisão

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

O serviço de pós-venda do BMW 320i 2015 se baseia num sistema diferente de outras marcas, sendo este chamado de CBS ou Condition Based Service. Trata-se de um sistema de monitoramento remoto que faz uma “inspeção virtual do carro”.

O CBS constantemente monitora o estado de itens de desgaste prematuro do BMW, incluindo nível e estado do óleo lubrificante do motor ou nível das pastilhas de freio, indicando quais são os itens que precisam ser trocados na revisão.

O alerta de manutenção preventiva se dá quatro semanas ou 2.000 km antes do momento programado pelo CBS para se fazer a revisão. Com isso, o proprietário do BMW 320i 2015 pode se antecipar para a parada programada.

Monitorando até mesmo o fluido de freio, o CBS permite que a concessionária BMW troque apenas o que for necessário, incluindo óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, velas, fluido de freio, líquido de refrigeração, etc.

Também se inclui pastilhas de freio, disco de freio, amortecedores, molas, pneus, entre outros. A rede BMW pode ainda trocar batentes das torres, coxins, buchas de balança, pivôs de direção, rolamentos de rodas, entre outros.

Todos os itens que precisam de troca são informados no painel do veículo e o proprietário pode entrar em contato direto com a concessionária via BMW Teleservices, que envia os dados do carro automaticamente para a rede da marca.

Ainda que o CBS atue em tempo integral no carro, os itens verificados possuem datação para troca, sendo que o óleo do motor é de 12.000 km ou 12 meses, enquanto o fluido de freio é feito aos 36 meses e depois a cada 24 meses.

Já as pastilhas de freio dianteiras e traseiras é recomendável entre 40.000 km e 50.000 km, ficando a inspeção do veículo a cada 48 meses. A BMW ainda indica exatamente o tempo de troca dos demais componentes de desgaste natural do carro.

BMW 320i 2015 – ficha técnica

BMW 320i 2015: detalhes, motor, consumo, preços, equipamentos

Motor 2.0 TwinPower Turbo
Tipo
Número de cilindros 4 em linha
Cilindrada em cm3 1997
Válvulas 16
Taxa de compressão 11:1
Injeção eletrônica Direta, Turbo
Potência máxima 184 cv a 5.000 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo 27,5 kgfm a 1.250 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
Tipo Automática de 8 marchas
Tração
Tipo Traseira
Direção
Tipo Eletro-hidráulica
Freios
Tipo Discos dianteiros e traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson
Traseira Multilink
Rodas e Pneus
Rodas Liga leve aro aros 17 ou 18 polegadas
Pneus 225/50 R17 ou 225/45 R18
Dimensões
Comprimento (mm) 4.624
Largura (mm) 1.811
Altura (mm) 1.429
Entre eixos (mm) 2.810
Capacidades
Caçamba (L) 480
Tanque de combustível (L) 60
Carga (Kg) 550
Peso em ordem de marcha (Kg)  1.420
Coeficiente aerodinâmico (cx) 0,27

BMW 320i 2015 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=IsINC_md_ss