Cuiabá Urgente 23-12-2004 | Diario de Cuiabá

  • por

CUIABÁ URGENTE


Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2004, 21h:49


A


A



Feliz Natal O governador Blairo Maggi (PPS) conquistou em Brasília parte do valor reivindicado das perdas com a Lei Kandir. Os governadores dos 10 maiores estados exportadores reivindicavam R$ 6,5 bilhões. O governo federal oferecia apenas R$ 4,3 bilhões. Porém, chegaram a 5,2 bilhões. Para Mato Grosso, isso significa pelo menos R$ 200 milhões de compensação. Um peru mais gordo no próximo ano. Agradecimento A coluna agradece a todos que contribuíram de uma maneira geral com informações inéditas e de grande relevância para a sociedade neste ano. Esperamos contar com o apoio de todos em 2005. Renovação BM, que passa o Natal na sua residência em Rondonópolis, está ansioso com a chegada do primeiro neto, ainda este ano. Ele retorna às atividades na próxima segunda-feira. Na Capital Reunido com a família e ainda enfrentando muita pressão pela distribuição de cargos na prefeitura, o prefeito eleito Wilson Santos passa o Natal em Cuiabá. Estratégia Mutirões serão a marca estratégica do prefeito eleito da Capital para os primeiros três meses de administração. Santos quer adotar um novo visual para a cidade, visando o niver da Capital no dia 8 de abril. Lembrança Por falar em 8 de abril, este ano mais uma vez está sendo aguardada a inauguração da Praça das Bandeiras, na Avenida do CPA, próximo ao Paiaguás. Entrega da obra estava prevista para esta data, só que deste ano. Sufoco Os vereadores de Cuiabá interromperam a sessão de ontem até que alguns pleitos da Câmara fossem contemplados pelo prefeito Roberto França. Reservados Só no período da manhã, o presidente da Câmara, Luiz Marinho, esteve por duas vezes no 7° andar da prefeitura. A conversa com RF não pôde ser acompanhada nem de longe pela imprensa. Costura A vereadora Chica Nunes tem costurado bem sua candidatura à presidência da Câmara. Tanto que conquistou, inclusive, o apoio dos três vereadores do PPS. Dizem que até o Paiaguás abençoou a adesão. Avalizada A chapa liderada por Chica, que contabiliza 16 votos, pelos comentários, também recebeu o aval do prefeito RF. Aliás, o prefeito e Chica sempre mantiveram um bom relacionamento. Quitado – 1 Como havia prometido, o prefeito Jaime Campos concluiu ontem o pagamento dos salários de dezembro. Com isso, a administração municipal quitou três folhas nos últimos 30 dias. Quitado – 2 Dados da prefeitura de Várzea Grande apontam que foram investidos 12 milhões de reais com as três folhas pagas neste mês. Murilo Domingos recebe a prefeitura sem nenhum salário em atraso. Contabilizando Falando em Murilo, o prefeito eleito ainda contabiliza os poucos cargos restantes no primeiro escalão para tentar contemplar pelo menos os aliados de primeira hora. Está difícil. Retaliação O prefeito de Barra do Garças, Wanderlei Farias (PL) resolveu dar o troco no prefeito eleito Chaparral pelo ato de Chapa ter acionado o Ministério Público para apurar irregularidades no leilão de veículos e maquinários do município. Medidas – 1 Wanderlei vetou (projeto de sua autoria) o aumento salarial do futuro prefeito e também do seu secretariado, criou o 14ª salário para os servidores públicos, que receberão um abono de 100% sobre o salário. Medidas – 2 Para arrochar ainda mais, o atual prefeito cedeu dois ônibus em comodato para a comunidade indígena a fim de prejudicar o transporte de alunos da zona rural. Abono Com as medidas, Wanderlei espera, pelo menos nos primeiros meses da administração Chaparral, inviabilizá-la, obrigando o futuro prefeito a “frear” seus projetos futuros. Somente neste mês, a Prefeitura de Barra pagará três folhas do funcionalismo. Casuística Para Chaparral, as medidas de Wanderlei tiveram apenas um objetivo: engessar os primeiros meses de sua administração. Chapa não é contra o abono aos servidores, mas achou estranha a atitude do atual prefeito no apagar das luzes. Troco Chaparral acha que se não tivesse acionado o atual prefeito no MP, nada disso teria acontecido. Com a decisão, os futuros secretários voltarão a ganhar um salário de apenas R$ 1.058. Só que o aumento dos vereadores vai permanecer. Via Brasília O coronel Walter de Fátima, ex-secretário-chefe da Casa Militar, oficializou ao governador Blairo Maggi que assumiu desde o dia 20 passado a chefia de gabinete do deputado federal Geraldo Resende (PPS-MS). O parlamentar federal é irmão de Walter. Na vaga da Casa Militar assume o coronel Orestes de Oliveira. Temporariamente ocupa a função o coronel Santos Vale.