Blog

CEO do Fulham conversa com diretor do Flamengo, costura últimos detalhes e se aproxima de contratação de Rodrigo Muniz | Coluna do Venê


Muniz
Marcelo Cortes/Flamengo

O Fulham deu mais um passo para sacramentar a contratação de Rodrigo Muniz. Na tarde desta quinta-feira, o CEO do time inglês, Alistair Machintosh, entrou em contato com Bruno Spindel, diretor executivo do Flamengo, e garantiu que a oferta oficial de compra será enviada nas próximas horas para tentar fechar a negociação já nesta sexta-feira.

O time inglês inicialmente fez proposta por empréstimo com opção de compra, depois mudou para obrigação de compra, mas o Flamengo exigia que o modelo da negociação fosse de forma definitiva, ou seja, uma venda. O time inglês, disposto a ter Rodrigo Muniz a todo custo, topou e chegou aos seguintes números: 4 milhões de euros à vista + 4 milhões de euros em uma segunda parcela. O montante é referente a 80% dos direitos econômicos, e o Fla mantendo 20%. A operação total pode render então cerca de 50 milhões de reais.

O Flamengo, que estava com uma oferta de compra do Middlesbrough, também da Inglaterra, não estava confiante que o Fulham, de fato, colocaria no papel a oferta de compra. Mas, diante da desconfiança da diretoria rubro-negra, o CEO da equipe de Londres fez questão de ligar diretamente para Bruno Spindel para costurar os detalhes finais e garantir que o documento oficial chegará em breve, com a assinatura do dono do clube, que mora nos Estados Unidos e está em fuso horário diferente.

A negociação para a venda de Rodrigo Muniz andou bem porque um dos empresários do atacante fez questão de ir até Lisboa, em Portugal, onde Bruno Spindel e Marcos Braz estão na Europa em busca de reforços, para se reunir com eles, alinhou toda a situação e aparou as arestas que emperravam a transação.

A dupla rubro-negra tentou convencer os representantes de Muniz a fechar no Middlesbrough, que ofereceu cerca de 5 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do atacante, mas os agentes e o próprio jogador optaram pelo projeto do Fulham. O atual treinador da equipe, o português Marco Silva, quer o centroavante brasileiro em seu elenco e, inclusive, ligou para o atleta para conversar com ele, o que fez toda a diferença na escolha.

Rodrigo Muniz, ao ouvir o projeto do Fulham, disse aos seus representantes que deseja atuar pela equipe de Londres e deu “ok” para que o negócio seja sacramentado e assinar o vínculo de cinco temporadas. Agora, a saída do jovem centroavante está por um envio de um documento ao Flamengo.

O contrato de Rodrigo Muniz com o Fulham será de cinco temporadas, com um salário considerado “muito bom”. O jogo de logo mais, contra o ABC, pode ser o último do atacante pelo Flamengo, pois o Fulham, enviando o documento oficial, deseja ter o atleta o quanto antes, pois a temporada inicia no próximo dia 8, justamente contra o Middlesbrough.