Pular para o conteúdo

Ceará lidera ranking de estados que tiveram maior alta no consumo de energia no primeiro semestre – Focus.jor

  • por

Foto: divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

No primeiro semestre de 2021, o Ceará foi o estado brasileiro que registrou o maior crescimento na demanda por eletricidade no Sistema Interligado Nacional (SIN), com o incremento de 11,6%. Os dados preliminares foram divulgados nesta quinta-feira, 15, pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Depois do Ceará aparecem os estados do Pará (10,3%), Espírito Santo (9,9%), Santa Catarina (9,9%) e São Paulo (9,6%), na relação das cinco maiores altas. Segundo a Câmara, apenas dois estados (Acre e Amazonas) apresentaram queda na demanda ao longo do primeiro semestre, na comparação com igual período de 2020.

Os estados no topo da lista registraram crescimento representativo sobretudo no Ambiente de Contratação Livre (ACL), no qual os grandes consumidores, com carga a partir de 500 kW, como indústria e shoppings, adquirem energia. Nesse segmento, o avanço no Ceará foi de 37,7%. Enquanto em São Paulo a alta foi de 22,3%, em Santa Catarina de 21,2%, no Espírito Santo de 17,9% e no Pará de 15,4%.

Já no Ambiente de Contratação Regulada (ACR), ou mercado regulado, em que estão consumidores de menor porte, como pequenas empresas, comércio e consumidores residenciais, o Ceará manteve liderança, com alta de 6,9%, seguido por Espírito Santo (5,8%), Pará (4,7%), Santa Catarina (4,6%) e São Paulo (3,3%).

“É uma junção de fatores que tem levado à recuperação do consumo. Temos a influência do câmbio, que favorece a exportação para alguns setores muito atuantes nesses estados, a exemplo da indústria têxtil no Ceará e do segmento de metalurgia no Pará. E a flexibilização de medidas restritivas contra COVID-19, permitindo a reabertura gradual de economias locais”, diz Rui Altieri, presidente do Conselho de Administração da CCEE.

Maiores crescimentos na demanda de energia no primeiro semestre:

Fonte: CCEE.