Blog, Costura

Bugalho desiste de batizar Camelódromo com nome da avó, mas mantém homenagem a tia em avenida | Presidente Prudente e Região

De acordo com o documento encaminhado à Casa de Leis, o prefeito pede a retirada de duas propostas:

  • projeto de lei nº 132/2020, que altera o Plano Municipal de Educação, “tendo em vista que o assunto poderá ser discutido pela próxima administração”.
  • projeto de lei nº 140/2020, que dispõe sobre a denominação do Shopping Popular, “tendo em vista que a memória de ninguém merece o tratamento dispensado por alguns órgãos da mídia”.

A justificativa para dar ao Camelódromo o nome “Helena Gerardo Bugalho”, era que sua avó era “pioneira, moradora da cidade desde os primórdios de sua fundação”.

“Assim, a homenageada construiu seu legado e sua família e a homenagem faz-se singela”, afirma o prefeito do documento enviado à Casa de Leis.

Ela morreu em julho de 1999.

‘Nós nunca ouvimos falar dela’

A homenagem não foi bem recebida pelo presidente da Associação Novo Shopping Popular de Presidente Prudente, Ataíde Baranek. Ele informou ao G1 que essa situação foi vista como uma “provocação” à população usuária do Camelódromo.

“Veio à nossa mente a lembrança desde quando ele [Bugalho] atuava como promotor. Ele esculhambou o Camelódromo, não cumpriu com o prazo da entrega das obras e, antes de a reforma ser finalizada, quer fazer a alteração do nome”, acrescentou Baranek.

O presidente ainda falou ao G1 que, se houvesse uma alteração do nome do Shopping Popular, deveria ser para “Centro Comercial Popular Agripino de Oliveira Lima, que foi quem fez o Camelódromo”, referindo-se ao ex-prefeito que governou Presidente Prudente por três mandatos, entre os anos de 1993 e 2007.

“Com todo o respeito à pessoa da avó do prefeito, mas nós nunca ouvimos falar dela. Não a conhecemos”, concluiu.

No dia 23 de novembro, a Prefeitura de Presidente Prudente anunciou que não conseguirá entregar prontas as obras de revitalização do Camelódromo, na Praça da Bandeira, até o fim de 2020, conforme estava previsto pelo próprio Poder Executivo.

De acordo com a nota oficial encaminhada pelo governo municipal ao G1, a nova previsão é de entrega da reforma somente no “início de 2021″. As obras de revitalização do Camelódromo tiveram início em janeiro deste ano e ainda seguem em andamento na Praça da Bandeira, no Centro de Presidente Prudente.

Mesmo com a retirada dos dois projetos de lei, foram mantidos outros seis, entre eles o Projeto de Lei nº 1298/17, de iniciativa do Executivo Municipal, dispondo sobre: Inclui na Lei n.º 5.001, de 17 de dezembro de 1997, (Lei das Denominações), mais um item, nos seguintes termos: a atual Avenida A (cadastro 46003), localizada no Parque dos Buritis, neste município, passa a denominar-se Avenida “Helenice Aparecida de Jesus Bugalho”. (P. Lei nº 141/2020).

Consta na justificativa do PL que a homenageada Helena Aparecida de Jesus Bugalho, moradora da cidade, onde dedicou sua vida ao serviço público. “Assim, aqui construiu seu legado e sua família e a homenagem faz-se singela”, afirma Bugalho.

Foi informado que Helenice nasceu em 1942 e foi moradora da Vila Furquim, com seus pais e irmãos. Depois, ela se mudou para a o bairro do Bosque, onde morou até o dia de seu falecimento em 2017.

Ela foi servidora pública estadual, da Secretaria de Estado da Fazenda, “dedicando toda sua vida ao serviço público”. “Aposentou-se apenas quando a saúde não lhe permitia mais o trabalho. Após sua tardia aposentadoria, e apesar da saúde debilitada, dedicava seu tempo a ensinar corte e costura para mulheres que necessitavam aprender um novo ofício”.

A sessão extraordinária está marcada para esta quinta-feira (17), às 14h. O encontro não será aberto ao público, que pode acompanhar as discussões pela TV Câmara, na internet.

CAMELÓDROMO DE PRESIDENTE PRUDENTE