Aprosoja cobra agilidade na aprovao da Reforma Administrativa em Mato Grosso :: Notcias de MT

  • por

Campanha publicitária de iniciativa da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), lançada nesta sexta-feira (11), cobra agilidade na Reforma Administrativa. Eles afirmam que não são contra, mas acreditam que antes é preciso enxugar os gastos do governo para tornar o país mais eficiente e econômico. Caso contrário sobrará aumento de carga tributária para todos setores e sociedade.

Leia mais:

De volta a Cuiabá, Botelho arregaça as mangas e costura apoios para candidatura de Garcia

Dados apresentados pela campanha fazem um comparativo entre os gastos públicos com folha de pagamento, saneamento básico, saúde e educação. “Em 2019, o país gastou com a folha de pagamentos o dobro do que investiu na educação e três vezes e meia mais do que investiu na saúde. E gasta vinte vezes mais com folha de pagamento do que com saneamento”, evidencia.

Vice-presidente da Aprosoja Mato Grosso, Fernando Cadore, explica que a iniciativa busca chamar atenção da sociedade ao que há muito tempo precisa ser mudado. Além disso, o diretor afirma que não adianta falar em impostos sem antes enxugar os gastos públicos, já que reduzir a máquina pública é urgente para tornar o país mais eficiente e econômico.

“Passamos por uma das maiores crises fiscais da nossa história, fruto dos desgovernos anteriores, mas principalmente de uma máquina pública ineficiente e inchada. Por isso, Aprosoja defende uma reforma administrativa irrestrita, urgente e que de fato corte na carne. Porque direito adquirido é aquilo que foi incorporado ao patrimônio do servidor e não a vulgar perpetuação de benesses que causam indignação na sociedade”, destacou Cadore.