Pular para o conteúdo

Antigos trabalhadores da falida empresa têxtil Dextra receberam os seus créditos

  • por

Após 26 anos de espera, os antigos trabalhadores da falida empresa têxtil Dextra, empresa sediada em Briteiros Santo Estêvão, receberam os seus créditos, num misto de emoções. Por um lado a alegria de chegar ao fim este processo. Por outro, o lamento do valor ser bem menor do que o esperado. 

No âmbito do processo de insolvência da empresa, os trabalhadores viram reconhecidos créditos no valor de um milhão e 300 mil euros, sendo que o valor total pago ronda os 453 mil euros. Ou seja, os trabalhadores receberão apenas o correspondente a cerca de 35% dos créditos. 

Refira-se que no decurso da insolvência foram liquidados todos os activos da Dextra, incluindo o imóvel, vendido por 550 mil euros. A Dextra que foi uma das maiores e importantes empresas têxteis da região, faliu em Maio de 1995, lançando no desemprego cerca de 170 trabalhadores, sendo que chegou a contar com mais de 600. Agora, passados mais de 26 anos, os antigos trabalhadores da empresa receberam os seus créditos.

sexta, 23 julho 2021 11:09 em Sociedade

Marcações: Briteiros Santo Estêvão, Dextra, créditos, Rosa Maria