Blog

AmpeBr visita produtoras de algodão no Mato Grosso

De quarta-feira, 11, até sexta-feira, 13, a Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) integrou uma missão técnica no estado do Mato Grosso. Na oportunidade o diretor da AmpeBr, Aderbal Montibeller, e o coordenador do Núcleo da ABTEVX da entidade, Luiz Henrique Eccel representaram a associação ao longo da viagem, que teve como objetivo conhecer a região e verificar de perto desde o plantio e cultivo do algodão até o processo de venda do produto, na tentativa de alavancar possíveis negócios e parcerias futuras para empresas da região e associados da AmpeBr.

Na programação o grupo realizou diversas visitas técnicas a empresas locais e produtoras das cidades de Lucas do Rio Verde e Sorriso, consideradas um dos polos do agronegócio do país, com o intuito de aproximar o produtor do comprador têxtil.

“Esse trabalho de pesquisa e em busca de matéria-prima é essencial, para que no futuro não falte, já que o algodão foi um dos produtos que recentemente esteve escasso. Essa missão será colocada à disposição aos nossos associados e a toda a classe empresarial para que possamos garantir a força do setor têxtil da nossa região”, ressalta o presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge.

Visitas

Na quarta-feira, 11 de novembro, o grupo participou de uma reunião com representantes do Grupo Mano Julio, na cidade de Lucas do Rio Verde. Em seguida foi realizada uma visita técnica na sede do grupo, em uma das fazendas, localizadas na região médio-norte mato-grossense. Durante a visita o grupo conheceu todo o processo de produção do algodão, desde o plantio, colheita, beneficiamento, despacho e venda para o mercado nacional e internacional.

Na quinta-feira, 12, o grupo brusquense esteve em outras duas produtoras de algodão da cidade de Lucas do Rio Verde: as algodoeiras Boa Esperança e ONSX, onde também conheceu o passo a passo de toda a cadeia produtiva. Além disso, foram realizadas importantes trocas de experiência e informações, em especial sobre o que é produzido no setor têxtil e de confecção de Brusque.

Já na sexta-feira, 13, último dia da missão, foi realizada uma reunião com a Cooperativa Cooami, na cidade de Sorriso, onde o grupo conheceu melhor o modelo de cooperativismo local, que tem o foco na gestão do estoque das fazendas e venda dos produtos como algodão, milho e soja.

Fortalecimento

Para o coordenador do Núcleo da ABTEVX da AmpeBr, a missão foi muito produtiva à medida que permitiu a troca de conhecimento e experiências entre os produtores de algodão e os empresários da região de Brusque.

“Fizemos contato com diversos produtores de algodão na região, onde conhecemos e entendemos todo o processo, desde a colheita até a venda da pluma, as complexidades da cadeia produtora e principalmente as dificuldades que eles encontram nesse processo. Da mesma forma, foi possível mostrar aos produtores de algodão um pouco da nossa realidade da cadeia têxtil, nossas dificuldades, nossos processos e produtos. Com isso foi realizado o convite para que os produtores mato-grossenses venham até a região de Brusque para conhecer de perto a nossa cadeia produtiva têxtil, desde a chegada da pluma até o produto final que é entregue para os clientes finais, bem como nossa entidade e a Pronegócio”, comentou Eccel.

Assim como ele o diretor da AmpeBr, Aderbal Montibeller também enalteceu a importância da missão, que deverá render bons resultados. “Sem dúvida foi muita produtiva essa aproximação entre essas duas pontas importantes da cadeia têxtil do nosso país, que entenderam de forma mútua os processos produtivos e as dificuldades de cada segmento. Com certeza teremos muitos frutos colhidos com essa aproximação e resultados significativos a médio prazo para a região de Brusque”, completou.