Blog

Americana ainda busca recuperar saldo de empregos no ano

Caged

Saldo de trabalhadores no setor têxtil, do curtimento, vestuário e artes gráficas está negativo em 446 postos durante este ano

Por Marina Zanaki

27 nov 2020 às 08:49

Americana é a única das cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) que ainda não reverteu o saldo de empregos em 2020 de negativo para positivo. Apesar do saldo positivo pelo quinto mês consecutivo na geração de empregos, a cidade amarga 1.116 postos fechados no ano.

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quinta-feira, foram abertos 723 postos de trabalho em outubro na cidade. Este foi o melhor saldo entre as cinco cidades da região.

Americana ainda não conseguiu recuperar as vagas no setor têxtil – Foto: Arquivo / O Liberal

Durante a pandemia, Americana foi a que mais teve demissões. Foram 3.635 postos fechados entre março e maio. Para o p rofessor de economia da Fatec (Faculdade Técnica) Americana, Marcos Dias, a diferença entre Americana e as demais cidades está na indústria têxtil.

“O que diferencia Americana das outras cidades é o setor têxtil, a contratação ainda é muito forte. Não me parece que recuperou o número de trabalhadores que tinha anteriormente, tanto no setor têxtil quanto confecções. Esses setores estão entre os que mais estão sofrendo com falta de matéria-prima. Não está conseguindo produzir e provavelmente não contrata”, analisou.

O setor industrial perdeu 517 postos no ano. O saldo de trabalhadores no setor têxtil, do curtimento, vestuário e artes gráficas está negativo em 446 postos no ano. O maior déficit ainda está no comércio, com 740 postos fechados no ano. O setor tem saldo negativo em todas as cidades da região – só em Hortolândia o comércio registra abertura de 14 vagas.

Diante do aumento de casos de Covid e o risco de fechamento do comércio, Marcos Dias acha improvável que Americana consiga recuperar, ainda esse ano, o total de empregos perdidos na pandemia.

Já Santa Bárbara abriu 281 postos em outubro, e contabiliza saldo de 123 empregos no ano. Em Nova Odessa, foram abertos 399 postos. A cidade alcançou saldo positivo no ano já em setembro, e tem 472 postos abertos.

Hortolândia abriu 424 postos no mês passado e tem saldo de 10 empregos no ano. Sumaré teve 580 contratações no mês passado, e totaliza 461 postos abertos em 2020.