Pular para o conteúdo

A tradicional arte da tecelagem de uniformes que d “alma” ao ‘judogi’




Os uniformes de jud so fabricados em todo o mundo, mas apenas alguns fornecedores so designados pela federao internacional desse esporte. E entre eles, apenas um tece seu prprio material.

Fundada h um sculo, a KuSakura, na cidade japonesa de Kashiwara, na parte ocidental do pas, sempre se dedicou ao laborioso processo, no apenas de tecelagem, mas de corte e costura.

Seu presidente, Masahiko Miura, afirma que esse complexo trabalho vale a pena. ” muito difcil descrev-lo, no so s as mquinas de tric, mas a alma colocada no processo”, disse ele AFP.

“Nunca vamos deixar de tecer enquanto fizermos judogis”, acrescentou.

O uniforme, ou judogi, compreende uma jaqueta branca, um obi (ou cinto) e cala branca.

Na KuSakura, que comeou como uma empresa de tecelagem e costura em 1918, as mquinas antigas fazem parte de uma longa tradio para a empresa, mas mant-las no fcil porque no so mais produzidas.

O gerente de produo, Yoshifumi Hayakawa, diz que a fabricao dos tecidos por mquinas antigas apreciada pelos clientes, que destacam sua textura delicada.

“Queremos continuar fabricando com essa longa tradio nos prximos 10, 20 ou 100 anos”, disse ele.

Depois que o tecido de algodo fabricado, ele testado pelos funcionrios que buscam manchas ou outras irregularidades para, em seguida, ser cortado e costurado delicadamente e cuidando dos detalhes milimtricos.

A empresa, com seu logotipo que se refere ao smbolo nacional japons das trs “sakura” ou cerejeiras, produz 150.000 judogis por ano.

Mas apenas 17.000 so fabricados no Japo usando mquinas antigas e modernas. E poucos deles com tecels herdados dos primrdios da empresa.

Esses judogis de alta qualidade so chamados Dojin, ou Master, vendidos por 50.000 ienes (470 dlares), enquanto que os uniformes fabricados na China pela empresa custam entre 10.000 e 23.000 ienes (entre 93,2 e 214,4 dlares), para as competies mais srias.

A empresa detm cerca de 30% do mercado de judogis no Japo e exporta para cerca de 20 pases, embora a pandemia de coronavrus tenha reduzido as vendas para o exterior.

Na loja KuSakura, em Tquio, dezenas de judogis so pendurados para que os clientes experimentem, com as amostras lavadas pelo menos trs vezes para provar que no encolhem.