Pular para o conteúdo

a médica por trás da teia que eleva mulheres ao poder

Aos 5 anos, Jurema deixou o Morro dos Cabritos, na região de Copacabana, zona sul do Rio. Os pais, o alfaiate Nilton de Souza e a costureira e confeiteira Lucineia Pinto, levaram as três filhas para morar em uma casa na Vila dos Servidores Civis da Aeronáutica, na Ilha do Governador. A vida parecia ter melhorado, mas a menina estava mesmo era com a cabeça em outro lugar. “Perdi a vista do mar que nós tínhamos do alto do morro”, relembra.

A nova casa veio na esteira do emprego que o pai conseguiu como porteiro. “Era uma porcaria, mas, só por ter um banheiro decente e água encanada, era a melhor casa da família”, diz. Lá, ela estudou em colégios militares ao lado dos filhos de militares de alta patente. No colégio Brigadeiro Newton Braga, fez uma pilha de testes vocacionais para descobrir sua vocação.

Não ajudou nada. Saíram 10 profissões, mas gostei porque as primeiras na lista foram artes e música. Mas esse não era o mundo de uma menina negra e paupérrima.

A dúvida permaneceu até o dia em que o pai deu um ultimato. Precisava concluir a inscrição da filha no vestibular. “Ele me perguntou o curso, e falei: ‘medicina’, mas eu não fazia ideia de nada.”. Com a certeza de que não passaria no curso concorrido, também fez prova para o de fotografia. “Nem fui checar o resultado, mas uma amiga foi à minha casa dar os parabéns. Morreu ali a fotógrafa que eu queria ser”, lembra.

A partir daí, a trajetória acadêmica foi menos incerta e mais direcionada às afinidades de Jurema. No mestrado em engenharia de produção, dissertou sobre a tradição e modernidade de mulheres negras que atuavam como lideranças políticas e por isso recebiam o título de ialodês, termo usado para definir os orixás femininos nas religiões de matriz africana. No doutorado, a tese avançou na ideia das ialodês, mas identificando-as no samba nas figuras de Leci Brandão, Alcione e Jovelina Pérola Negra.

Fonte www.uol.com.br

Todos os direitos reservados a seus autores

Conteúdo indexado da Internet de postagem pública

Caso deseje a remoção, envie este link e a prova de autoria para nosso email para exclusão.

Falar com Atendente
1
Fale Conosco
Fale conosco!